MANIFESTO LIGA C.A.R.E

Aos homens e mulheres de intelecto forte e coração enraizado declaro: vocês não estão sozinhos.

No passado encontramos as certezas para o presente. No presente, temos as inseguranças do futuro. E no futuro, a escuridão. Cabe aos homens de bem virarem-se para trás e observarem as pegadas daqueles que vieram antes deles.

Seus erros, seus acertos e suas tradições para que possamos, com cada passo nosso, encostar nossos pés firmemente no chão com a certeza do porquê o fazemos.

Clamo pelos seres dotados da lógica e da razão. Juntos, iluminaremos o caminho da escuridão do futuro com o fogo da experiência, aceso pela sabedoria, guardado pela paciência e mantido pela dedicação, guiando assim o caminho dos homens, não mais apenas escravos do tempo, mas ao nosso lado mestres de seu próprio destino.

SOBRE A LIGA

CRENÇA

 A humanidade está se autodestruindo. Com a constante necessidade de promover o progresso desenfreado a qualquer custo, esse processo ganha aceleração.

Estamos perdendo o controle sobre nossas próprias vidas, apenas assistindo enquanto essas se esvaem por entre os nossos dedos. Pessoas estão doentes, atormentadas por problemas psicológicos e conflitos sociais. É preciso resgatar aquilo que perdemos a Tempos atrás.

MOTE

 “Se feito com pressa, o feito não presta”.

VALORES

 Prezamos o poder do intelecto humano. Buscamos seguidores que valorizem a inteligência e a sabedoria e que apreciem as artes da Literatura e da Filosofia.

Somos uma liga para intelectuais que desejam ter total autonomia sobre suas decisões de vida.

VISÃO – O QUE DEVE SER FEITO COM O TEMPO

 Devemos desacelerar, retroceder no Tempo e resgatar os valores perdidos.

INFORMAÇÕES SOBRE O LÍDER DR. OSÓRIO DUTRA

Dr. Osório Dutra era o conselheiro mais antigo em atividade na Ordem dos Guardiões do Tempo. Ocupava a posição de Conselheiro Resgatador dos Princípios. Era responsável por garantir que a Ordem agisse de acordo com seus valores e funções, fornecendo a ela Sabedoria em Tempos de Crise.

Osório sempre foi um apaixonado por literatura. Além de passar horas em sua biblioteca pessoal, também escrevia, desde jovem, contos próprios em sua máquina de escrever.

Por ser muito dedicado e inteligente, conquistou facilmente a posição de colunista mais aclamado do jornal “A primeira Hora”, emprego que manteve por considerável tempo, conciliando-o com suas atividades na Ordem.

Tanto conhecimento adquirido ao longo dos anos, conferiram a Dutra, o título de Doutor, um merecido símbolo de sua superioridade. Por ser sempre muito detalhista e meticuloso, nada escapa aos profundos instintos investigativos do sábio Dr. Osório.